quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Fotografia

Coisa nada grandiloqüente
(revelação, porém, auspiciosa e alvissareira)
me foi sussurrada, com voz macia e aprazedora,
quando espírito, à hora do encarne:
“_Arderá no teu olhos, a vontade de
captar a vida e os objetos dos outros.”
E assim: desde então, é.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta aqui: