terça-feira, 25 de setembro de 2012

Me sentindo Antoine, de Martin Page

I
Eu ando gritando surdo,
chorando seco.
Eu ando de cremes, cinzas e grisés.
Eu ando sufocando: lento.
 IIAndo cansada
de picardia,
de velhacaria,
de patifaria,
de covardia
desta putaria,
sem graça, nem gozo.


III
O ano ainda tem três meses para vingar.

IV
Me desculpe, mas pensoque o sucesso de gente assimé um fracasso da humanidade.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta aqui: